Perfil das empresas nas redes sociais. É preciso ?

Redes sociais Consideradas um reflexo redimensionado da sociedade, as redes sociais permitem que um indivíduo se relacione com um ou mais indivíduos, formando uma rede de relacionamento – arma poderosíssima quando o assunto é influenciar comportamentos, opiniões e gostos.

Nesse meio, com tantas pessoas com o poder de falar umas às outras, surge então uma grande oportunidade para as empresas, que é dar munição a elas, fazer com que usem a plataforma para falar da sua marca.

Para Mark Zuckerberg, o criador do Facebook: “Pessoas influenciam pessoas. Nada é mais influente do que uma recomendação de alguém de confiança. Essa fonte confiável pode influenciar uma pessoa mais do que qualquer tipo de mensagem em qualquer meio tradicional. Um influenciador é o Santo Graal da publicidade”.

A internet surgiu e a maneira das empresas se comunicarem com seu público mudou – o papel do capital social na web 2.0 é a prova disso. Ele nada mais é do que o valor implícito das conexões internas e externas de uma rede social. Na web 2.0, ele é produto da confiança, influência, reputação, conversação, reciprocidade, percepção e consideração dos “atores” sociais, que lhes confere organização, capacidade de participação e poder de ação. É um fluxo de troca de informações, confiança e aconselhamento, inovação e aprimoramento de processos de trabalho, motivação e energia, compartilhamento de valores e do conhecimento do cliente.

As redes sociais, atualmente, cumprem um papel fundamental dentro do plano de marketing digital para os mais variados tipos de empresas, sejam elas vendedoras de produtos ou prestadoras de serviços. Entre os benefícios que as redes sociais proporcionam no âmbito comercial, estão:
– A possibilidade de expansão dos produtos e serviços;
– A agilidade da comunicação, assim os problemas podem ser contornados com maior rapidez.
– A ampliação do conhecimento da empresa e seus produtos por parte dos usuários das redes;
– A proximidade no relacionamento entre os consumidores e as empresa;
– O aumento nas vendas da empresa;
– A diminuição do custo da propaganda em relação à mídia convencional;
– A melhor segmentação das campanhas publicitárias, trazendo melhores resultados finais de vendas;
– O melhor posicionamento do site nos motores de busca de sites de pesquisa como o Google;
– O aumento da exposição da empresa inspira mais confiança nas pessoas, gerando mais fidelização da marca;
– A criação de um clima de intimidade entre a marca e o consumidor.

As redes tendem a integrar os escritórios de uma marca, reduzindo a necessidade de reuniões. Outro aspecto relevante é facilitar a vida de quem precisa trabalhar em casa. Incluir o cliente em processos internos, além de testar novas ideias em sigilo, sem ter maiores gastos com pesquisas são outras vantagens claras desses recursos.

 

IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO


O trabalho de monitoramento dos perfis corporativos nas redes sociais tem como principal foco conhecer o público e seus desejos, bem como mensurar a reputação da marca online, identificar sugestões e reclamações, evitar e gerenciar possíveis crises, além de filtrar as informações disponibilizadas pela multidão. Outro aspecto é que ele é uma importante tática de defesa para proteger a marca de potenciais ameaças, avaliando tendências e identificando oportunidades estratégicas.

Através de ferramentas como Social Mention, Kurrently, Topsye Followerwonk, a empresa deve acompanhar todos os comentários, menções, críticas e elogios à marca, ao mercado de atuação como um todo e às principais concorrentes, no Twitter, Facebook, Youtube, blogs, Instagram, etc.

O plano de monitoramento também deve vasculhar os principais sites de notícias e outras fontes importantes de informação, além de contar com um sistema de notificações próprio. Ou seja, monitorar dá trabalho (e muito!), mas é indispensável. Assim, vale considerar a hipótese de contratar profissionais capacitados e treinados para desempenhar essa função.

Semanalmente, é interessante fazer um diagnóstico de como as palavras-chave relacionadas estão sendo retratadas. Durante o processo, vale identificar quem são os principais influenciadores nas mídias sociais para obter um balanço geral com dados concisos que ajudarão na elaboração de futuras ações de divulgação. Essa é uma etapa vital para evitar uma crise na imagem da marca!

Vale lembrar que, o sistema de monitoramento vai muito além de coletar dados e informações; é preciso saber interpretá-los e aproveitá-los da melhor maneira possível. Muita informação nem sempre significa boa informação, portanto é fundamental avaliar apenas o que for relevante e pertinente.

E hoje, você já monitorou sua marca nas mídias sociais? Já abasteceu seus perfis? Está esperando o que?!

 

curta noss fan page no facebook

By | 2015-06-01T14:45:07+00:00 junho 1st, 2015|Marketing Digital|0 Comments

Leave A Comment